Oportunidades de financiamento

Convocatória aberta: Fundo para a Cooperação Regional EEA and Norway Grants

Encontra-se aberta a primeira convocatória do Fundo para a Cooperação Regional EEA/Norway Grants destinado ao financiamento de propostas que abordem desafios transfronteiriços e promovam a cooperação transnacional através da partilha de conhecimento e de melhores-práticas e capacitação entre os setores prioritários do programa.

A data limite de submissão é 01 de julho de 2018

Os setores prioritários do programa são:
- Investigação, inovação, educação e competitividade;
- Inclusão social, Emprego Jovem e redução da pobreza;
- Ambiente, energia, alterações climáticas e economia de baixo carbono
- Cultura, sociedade civil, governação e direitos fundamentais e liberdade
- Justiça e Assuntos Internos 

Quais são os países elegíveis?
Os países beneficiários da convocatória são Bulgária, Croácia, Chipre, República Checa, Estónia, Grécia, Hungria, Letónia, Lituânia, Malta, Polónia, Portugal, Roménia, Eslováquia e Eslovénia. São igualmente elegíveis entidades da Albânia, Bielorrússia, Bósnia e Herzegovina, Antiga República Jugoslava da Macedónia, Moldávia, Montenegro, Rússia, Sérvia, Turquia ou Ucrânia. 

Qual o número mínimo de entidades?
Os projetos devem incluir entidades de pelo menos três países, dos quais dois países elegíveis do programa. Os consórcios podem ser compostos nas modalidades que se seguem:
- Entidades proponentes: qualquer entidade legal estabelecida num Estado beneficiário EEA/Norway Grants
- Parceiros elegíveis: qualquer entidade legal estabelecida num Estado beneficiário EEA/Norway Grants e os seguintes países: Albânia, Bielorrússia, Bósnia e Herzegovina, Antiga República Jugoslava da Macedónia, Moldávia, Montenegro, Rússia, Sérvia, Turquia ou Ucrânia.
- Parceiros especializados: qualquer entidade legalmente estabelecida num país doador, num país não elegível do programa ou organizações internacionais. 

Tipologia de entidades:
Os parceiros podem ser entidades públicas ou privadas, parceiros comerciais e organizações não-governamentais e parceiros académicos. 

A cooperação tem de ocorrer a dois níveis:
1. Cooperação regional transfronteiriça entre países elegíveis com foco nos desafios regionais.
2. Cooperação transnacional entre países elegíveis com foco em desafios europeus comuns. 

O Fundo destina-se a complementar financiamento existente, pelo que áreas que não são habitualmente financianandas são valorizadas.

O orçamento disponível para esta convocatória é de 15 milhões. Não existem previsões de valor máximo por projeto, contudo os projetos não devem ter valores menores a 1 milhão de euros.

O programa implica um cofinanciamento que depende da tipologia de entidade.

A submissão das candidaturas é realizada a duas fases, em que na primeira fase é submetida um documento síntese e as propostas que passam à segunda fase são chamadas a submeter a candidatura completa. 


Prémio PORDATA Inovação

A Fundação Francisco Manuel dos Santos (FFMS) apresenta a quarta edição do Prémio PORDATA Inovação. Esta iniciativa procura promover e aprofundar o conhecimento da sociedade portuguesa e reforçar a articulação entre a PORDATA e os agentes de produção de conhecimento, incentivando o desenvolvimento de indicadores inovadores que representem uma mais-valia para a compreensão das dinâmicas da sociedade. É, por isso, especialmente encorajada a participação da comunidade científica nacional.

O prazo final de apresentação de propostas é 23 de Maio 2018.

Até à data, foram premiados três indicadores inéditos publicados na Pordata: Índice de Gini na SaúdeEquilíbrio Orçamental e Índice de Hierarquia de Gestão dos Resíduos Urbanos.

Mais informações: Edital, Regulamento e Formulário para apresentação de propostas, documentos que podem ser consultados em www.pordata.pt.


Abertura de candidaturas ao Programa BIP/ZIP Lisboa 2018 - Parcerias locais

No seguimento da recente aprovação pela Câmara Municipal de Lisboa do Ciclo e Regras da 8ª Edição do Programa dos Bairros e Zonas de Intervenção Prioritária (BIP/ZIP) e da realização do workshop de preparação e capacitação, informa-se que já se encontra aberto o período para candidaturas online ao Programa BIP/ZIP Lisboa 2018 – Parcerias Locais.

As candidaturas são exclusivamente online e podem ser apresentadas até às 17h00 do dia 07 de maio de 2018, devendo ser enviado por correio registado para a Equipa BIP/ZIP, o documento em papel relativo à candidatura submetida online e os respetivos anexos, até ao dia 14 de maio.

Como nos anos anteriores, para esta edição de 2018 foi prevista uma dotação ligeiramente superior  a 1,6 milhão de euros, a fim de financiar projetos apresentados por parcerias locais para melhoria dos bairros e zonas incluídos na Carta dos BIP/ZIP. Cada candidatura deve ser apresentada por pelo menos 2 parceiros e tem de obedecer às Regras do Programa dos BIP/ZIP já divulgado e que pode consultar nos sítios abaixo indicados.

O Formulário Online estará disponível no seguinte endereçohttp://bipzip.cm-lisboa.pt

Recordamos que todas as entidades devem estar registadas e com informação atualizada na plataforma BIP/ZIP antes de iniciar a elaboração de candidatura on-line.

Para qualquer esclarecimento adicional que entenda por necessário, poderá contactar a Equipa BIP/ZIP, da Divisão de Apoio a Intervenções Locais (DAIL), através do email bip.zip@cm-lisboa.pt ou para o seguinte telefone fixo: 21 798 92 46 / 88 14 (das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 17h00).


Candidaturas abertas: Redes Temáticas e Fóruns CYTED

O Programa Ibero Americano de Ciência e Tecnologia para o Desenvolvimento (CYTED) destina-se à promoção da região Ibero-americana através do estabelecimento de mecanismos de cooperação entre grupos de investigação das Universidades, Centros de I+D e Empresas inovadoras dos seguintes países ibero-americanos: Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Cuba, Equador, El Salvador, Espanha, Guatemala, Honduras, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Perú, Portugal, República Dominicana, Uruguai e Venezuela.

No âmbito do CYTED estão abertos os concursos às Redes Temáticas e aos Fóruns CYTED. 

Redes Temáticas: As Redes Temáticas são redes de investigação e desenvolvimento compostas por entidades públicas/privadas e empresas dos países membros CYTED para o intercâmbio de conhecimentos nas áreas definidas pelo programa. O financiamento destina-se às atividades de coordenação das redes, como a mobilidade do staff, organização de workshops, cursos e publicações, com um limite máximo de 30.000 euros anuais. As redes têm uma duração máxima de quatro anos para as 1-7 e de dois anos para a área 8.

As redes temáticas abrangem as seguintes áreas nas ciências sociais: Área 4: Desenvolvimento Sustentável Área 6: Ciência e Sociedade Linha 6.1 Desenvolvimento global das universidades: Desenho, construção e avaliação de capacidades inovadoras do setor académico Linha 6.2 Indústrias criativas: conteúdos culturais e valor sócio-económico A comparticipação nacional é assegurada através da Fundação para a Ciência e Tecnologia. 

 

Fóruns CYTED: Os Fóruns CYTED são reuniões entre empresários e investigadores iberoamericanos com os objetivos de abordar temáticas do sector tecnológico para a promoção de projetos de inovação, cooperação e transferência de conhecimento. São financiadas as viagens e alojamento de representantes de empresas iberoamericanas no valor máximo de 10 mil euros.

A data limite para a apresentação de candidaturas para ambos os concursos é 25 de abril de 2018.

Página oficial: https://www.fct.pt/apoios/cooptrans/cyted/index.phtml.pt